sexta-feira, 9 de julho de 2010

Eu tento, eu não quero! Mas quero!
Custa. Dói.
Incomoda não poder fazer nada. Porque não posso mesmo.
Penso se devia ter feito mais, ter dado mais. Mas e agora como estaria?
E se tivesse avançado menos? Estaria ainda pior?
Custa. Dói. Magoa.
E tenho aquela sensação de que não haverá ninguém melhor.
Porque nao há ninguém melhor.
Não consigo estar chateada. Apenas consigo estar triste.

Sem comentários: