sábado, 23 de abril de 2011

Como é que podemos sentir medo e preenchimento em simultâneo?
Muito, muito medo.
Mas a certeza de que desta vez não deixamos escapar a oportunidade.
É estranho. Mas é muito bom.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Always.

Tu sabes. Tu sabes como me custa esperar por algo que nunca vem. Por algo que é apenas uma ilusão.
Tu sabes. Como me fazes falta. Tu e todos os pequeninos gestos, ainda que os faças por hábito. Ainda que não sejam só para mim. Fazem-me falta porque nunca os tive assim, tão intensos, tão verdadeiros. Pelo menos parecem...
Tens tudo nas tuas mãos. E não vês. Ou não queres ver. É mais fácil deixar o tempo passar do que fazer alguma coisa.
O que é que eu faço?
Não posso simplesmente esperar. Mais. Sempre. Sem garantias. Sem ti. Sem nada.
Devia dizer-te isto também, não é? Que tenho mais para ti, que não te mostrei, que não viste, que não sabes, que não tiveste nada ainda. Que não podia dar-te tudo de uma vez. Que queria que conseguisses esperar e continuar a querer mais. Que não queria que desistisses. Que não queria que me virasses as costas. Que não queria estar a pensar e a sentir isto, mas já que estou, queria ao menos que o visses. Que o soubesses.

domingo, 17 de abril de 2011

Silence.

Hoje percebi que sou uma pessoa que precisa de passar tempo sozinha.
Muito.
Todos os dias.
Ou pelo menos, passar muito tempo em silêncio.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

quarta-feira, 13 de abril de 2011

terça-feira, 12 de abril de 2011

segunda-feira, 11 de abril de 2011

domingo, 10 de abril de 2011

Desistires sem sequer tentares correr atrás, desistires à primeira vez que digo "Não!", desistires no primeiro dia em que não estou disponível e à tua espera como sempre, só mostra que eu tinha razão em achar que era demais.
Agora,
"Não me tens porque deitaste fora."

Maybe I'm wrong...

sábado, 9 de abril de 2011

sexta-feira, 8 de abril de 2011

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Angústia.

Li num blog. E é exactamente isto que eu queria dizer agora também:
"I'm fine. I'm just not happy."

Just NOT today.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

terça-feira, 5 de abril de 2011

segunda-feira, 4 de abril de 2011

domingo, 3 de abril de 2011

O pior é que não consigo não recordar cada pormenor...

sábado, 2 de abril de 2011

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Um mês.

"Tudo foi tanto e tão pouco."