sexta-feira, 23 de julho de 2010

Ontem...

Já tinha saudades de ouvir a voz dele.
E de o ouvir a rir. Foi incontornável, foi incontrolável imaginar a expressão dele só de ouvir uma gargalhada do outro lado.
Acho que não há pior sentimento do que a incerteza, porque pior que arriscar e errar, é não saber o que fazer. Fica-se com aquele sentimento de que quer se faça quer não se faça, se vai sofrer.
O que é de facto, realidade. Há pessoas como eu que têm o problema de pensarem e sentirem demais.
Contudo, consegui sentir-me reconfortada apenas com trinta minutos a ouvi-lo. E ainda por cima por bons motivos!
Já tinha mesmo saudades da voz dele.



4 comentários:

KákáChi disse...

Basta uma pequena palavra que já ficamos contentes ^^

Liliane disse...

Basta uma voz para nos arrepiar.

Anónimo disse...

Texto muito bonito :) Sentido :) beijnhs

Liliane disse...

Tudo o q eu escrevo é sentido. ;)
Obrigada *.*