sábado, 28 de novembro de 2009

Não sei o que dizer. É que às vezes parece que faz de propósito por saber que me consegue afectar.
Não sei como disfarçar. É-me impossível sorrir ao ver e ouvir certas coisas. Eu não sou assim.
Não sei como agir. Detesto ter que dividir o que tenho.
Não sei o que fazer. Aproveito o que me resta? Esqueço?
Estarei a perceber mal?
Não esqueço os abraços. Aliás, eu adoro o perfume. Os telefonemas e as sms. Os olhares quando mal podemos respirar sem sermos controlados.
Duas palavras: que panca! xD Até já me dá para rir com isto.
Não sei para que lado me virar quando recebo algo semelhante de dois lados. Dois perfumes, dois apoios.
Escolher? Não, é preferível optar por nenhum caminho.
Erro?

1 comentário:

Cris disse...

Erro sim. Tens de começar a viver, tá? :)
Enquanto andares cheia de medos e com a ideia de que nunca vais encontrar ninguém q goste de ti a sério, não vais conseguir ter o teu conto de fadas q tanto desejas.
E olha... Ele anda por aí, e tu sabes disso. xD
Força, minha laparota! Eu sei que tu não tens sido a pessoa mais sortuda do Mundo nestas coisas, mas tu és forte e vais ter o que mereces. (Que é assim uma história linda com final feliz. *.*)