quinta-feira, 15 de julho de 2010

A última vez que lá estive, foi contigo.
E desta vez, eu tremia ao subir aquelas escadas. Arrepios de tristeza, de saudade, de desconsolo.
Fechei os olhos de dor. Abri caminho em desespero.
Sentia a tua falta ao meu lado, a falta dos teus passos a acompanhar os meus.
Sentei-me, por acaso, onde nos sentávamos.
O telemóvel toca com o som de uma mensagem. Tua.
Mas esboço um sorriso. Porque tem que ser.
Porque exijo de mim ser sempre o melhor para ti.
15 de Junho. Um mês.


Sem comentários: