quarta-feira, 7 de março de 2012

Às vezes ter camiões de assuntos a resolver até é bom.
Porque andamos de um lado para o outro, a correr, com a preocupação de não esquecer nada, a confirmar tudo... E distraímos, com ou sem intenção.
Mas quando já não nos lembramos daquilo que queríamos esquecer, pambaaaaaaaas, eis que nos aparece à frente. E pronto, paramos.
O que eu dava para não ter que pensar tanto.

Sem comentários: