sexta-feira, 21 de agosto de 2009


Desde que terminou este último ano do secundário, desde que se aproximou a recta final, desde que nos apercebemos que na realidade, a maioria das promessas feitas não serão concretizadas, não por falta de vontade mas por falta de circunstâncias favoráveis, parece que tudo está mais cinzento.
Já li muitos textos sobre os amigos. Os bons, os menos bons, os que se separam, os que continuam juntos.
Sei que são palavras sentidas. Então, isto é o que eu sinto: sinto falta de uma aula em que estivéssemos todos juntos, a rir de uma qualquer asneira, ou brincadeira.
Sinto falta de esperar o toque, para sair em busca de encontrar aqueles olhos, que às vezes também me olhavam, e era tão bom! Oh, era como se fossem capazes de sorrir para mim.
Lembro-me de trocar olhares e partilhar risinhos com as pessoas mais importantes, e o mais certo é que nos riamos de tudo. O melhor mesmo, era rir do nada, o que me fazia regressar a casa, quase todos os dias, com uma sensação de leveza, de satisfação.
Talvez ainda não saiba bem quem sou, o que vou fazer, ou o que quero fazer, o que devo deixar acontecer, mas sei que amigos são aqueles que nos ouvem. Muita gente concorda, toda a gente lê, toda a gente diz isto a alguém. Aqui, o essencial é que eu acredito mesmo no que estou a escrever.
Os meus amigos ouviram-me sempre. Sempre fiz questão de controlar as lágrimas perto deles, nem sei bem porquê. Acho que simplesmente, não queria, não quero que me vejam a chorar. Prefiro ser eu a secar as lágrimas de alguém, como um bom anjo da guarda faz, do que deixar que percebam que também tenho rios de lágrimas prestes a cair. Mais uma vez, o que é realmente importante, é saber que se eu quisesse chorar, eles estariam lá. Poderei eu querer melhor?
“Não se pode ter tudo, Liliane, não podes ser boa em tudo! Há coisas que são demais para o teu bico.”
Sim, tens razão. Mas sabes, hoje considero que tenho o que há de mais relevante na minha pequena existência: um grupo de amigos ligado por algo forte, que me ajuda a levantar, e outras vezes nem sequer me deixa cair.
São férias, e todos desesperam porque o grupo não se reúne todo. Eu não penso assim. Vejo que, embora não estejamos todos aqui ou ali, quando algo importante acontece com algum de nós, a felicidade é partilhada, continuamos unidos por aquela coisinha invisível que também a mim consegue fazer sorrir.Também já lhes agradeci muito. Acho que tenho, sim, que continuar a retribuir-lhes, longe ou perto, aqui ou por onde o destino nos levar… *.*

4 comentários:

Cris disse...

Nunca pensei vir a ter tantas saudades do tempo de aulas. Só de me lembrar das nossas aulas de matemática, eram mesmo divertidas (ninguém deve concordar comigo, mas nós as 2 divertíamo-nos lá). Lembro-me q era isto q mais recordava qnd pensava no q ia ter mais saudades. :s
Qnt à parte final do texto, tens toda a razao, podemos nao estar todos juntos e alguns estarem mais separados, mas qnd algo acontece estas coisas sao postas de lado, pq no fundo a amizade nq deixa de existir.
Está mesmo lindo o q escreveste e é algo q toda a gente do nosso grupo deve entender na perfeição, digo eu. :)

*

Sílvia disse...

Princesa linda entendo absolutamente o que estas a sentir e a passar pois ja passei pelo mesmo...
Acreditas que ao fim de 2 anos fora do externato tenho as mesmas saudades que tu tens?! pois é querida... o tempo passa a saudade aperta mas com esse passar do tempo começamo-nos a habituar a esse "bichinho" chamado saudade, que as vezes nos aperta o coraçao com bastante força.
Lembro-me de tantas vezes do tempo passado naquela escola que era a nossa 2ª casa e onde tinhamos os nossos amigos que conviviamos durante horas afio, de rirmo-nos com eles por nada ou por tudo de as vezes discutir-mos sei la de tanta coisa...
Era tao bom esse tempo, mas pronto, ja la vai... e agora, no meu caso, passaram-se dois anos estou praticamente na recta final do curso e continuo com aquela saudade que nunca mais é/será esquecida na nossa mente.
Mas agora tu tens que pensar no futuro, os amigos de sempre, que te acompanharam até agora e têm uma ligaçao forte a ti permanecerao, mas tb outros amigos se perderao ao longo do tempo. Como diz um grd amigo meu, "esta e a lei natural da vida, uns vao, outros ficam e outros virao", temos e que aprender a lidar com a vida e com a situaçao. É mesmo assim...
Mas comigo poderas contar sempre sempre sempre... eu estarei aqui pra tudo mesmo que seja por uma coisa minima...

Gosto muitao de ti princesinha... um beijinho XXL :)

Boa noit****

KákáChi disse...

Ly.
Bem sabes que sempre te mostrei o mais profundo da minha alma. A parte mais negra e a parte mais iluminada.
Por isso lê bem isto.
Primeiro: É bom que voltes a abrir a cascata comigo pois bem precisas. Aliás, toda a gente precisa mesmo que não tenham razão para o fazer. Limpa-te a alma e refresca-te o coração ^^
Não estás só e não é preciso seres sempre a forte que aguenta com os problemas e confissões dos teus amigos ou de outras pessoas. Também tens de ser egoísta. Tens todo o direito. Aliás, todos nós queremos partilhar tudo uns com os outros apesar de estarmos quase sempre de pé atrás. Por isso partilha. Berra ao mundo o que sentes e deixa-nos levar com as pancadas ;)
Segundo: sempre me acompanhaste desde os primeiros dias de escola até ao 12.º, e sei que mesmo no final deste ano, todo o grupo pensou em fazer um esforço para manter o contacto, mas principalmente, para manter os laços. Estavamos todos com receio de nor perdermos e largar todos aqueles bons momentos que passamos. As aulas, as gargalhas, as gaffes, os olhares de cumplicidade, as caretas, as caras parvas, as conversas sem sentido e as perdas.
Ponho-me a pensar que até nem nos dispersamos muito. Cada um à sua maneira mostra a falta que cada um do nosso grupo lhe faz e isso é notado.
Afinal de conta, todos temos saudades daqueles tempos e é isso que nos impele a recordar e a tentar fazer novas memórias.
Terceiro: novos tempos virão. Novas oportunidades irão surgir. Terás novos caminhos à tua frente. Novas pessoas, novos locais.
Nada de ser pessimista.
E bien, terás de me aturar xD
Acho que o "para sempre" pode ser usado agora :D

4ever minha Ichigo. ;)

Honey disse...

Amei todos os textos mas este tocou-me bem lá no fundo. Porque cheguei a "abrir a torneira ctg", porque sempre tivemos a capacidade de quando algo não estava bem, de nos sentarmos e conversarmos, de sermos sincera uma com a outra! Porque senti falta de ser parte desse grupo, porque me disseste "tu és do grupo, por mim, fazes parte do grupo". Porque passei momentos lindos contigo!
E, apesar de não sermos tão próximas como poderíamos ter sido, és importante! Tu sabes que sim!
Porque há abraços, beijos,conversas, momentos, que eu nunca, mas mesmo nunca, vou esquecer minha Ly!*.*
Talvez nunca te tenha dito, talvez nunca te tenha mostrado, mas és um exemplo para mim. Pareces tão fragil... E tens uma força tao grande como esse teu coraçao! Nunca desistas dos teus sonhos, por mais dificeis de alcançar que eles sejam! Sao os teus sonhos, é a unica coisa que ninguém te pode tirar! Luta, sem ligares ao que te dizem! Tu mereces tudo!
Vou morrer de saudades dos teus miminhos!+.+
Adoro.te Lyh <3