quarta-feira, 10 de março de 2010

Sem forças. Não há nada que corra bem, nada que satisfaça os meus objectivos. E ainda por cima, não estás aqui para me dar apoio. Podia faltar tudo, menos tu. E o que vejo é que em pouco tempo te dei demais. E recebo menos que outros. Ou outras.
Há dias em que tudo desaba. Parece que nunca mais vamos conseguir levantar-nos e encarar a vida que levávamos até então.
E nesses dias, venho escrever.

1 comentário:

Cris disse...

Correcção: Podia faltar quase tudo... Eu tb não. xP
Por isso, fala comigo, mulher.
Depois diz q sou eu...
Vá, beijo.
Adoro-te!