quarta-feira, 15 de junho de 2011

Adivinha! Hoje é dia 15!

Era um sonho que acabou mal comecei a sonhá-lo.
Saudades daqueles dias.
Da maneira como me deixavas.
Não restou nada. Mas o que restou deixa um gostinho amargo, sabes? 
Mas mesmo assim, não quero perdê-lo.
Não posso perdê-lo.
Porque, afinal, é tudo.

(2010-2011)

E juro que penso muitas vezes no dia em que me deste a mão. 
E em que me disseste "Eu sou teu". 
E em que me fizeste sorrir como ninguém sabe fazer.
E penso que foi que apenas sonho.

Sem comentários: